Porque é que os Yaoi são uma bosta?











Assim como muitos homens fantasiam com lésbicas, muitas mulheres fantasiam com gays. Por isso, a procura de conteúdos Yaoi é enorme.

Yaoi meme
Yaoi meme

Basta ver a quantidade de fanfics e doujinshis que os fãs de animes criam envolvendo personagens masculinos que na história original não têm, de forma nenhuma, esse tipo de relação. Na verdade, as chamadas fujoshi (mulheres que apreciam yuri e maioritariamente yaoi) vêem homoafetividade em qualquer cena em dois personagens masculinos mostrem alguma proximidade.

Shingeki no Kiyojin yaoi
Shingeki no Kiyojin yaoi

A imaginação é fértil e a indústria dos mangás e animes sabe disso, aliciando ainda mais esse público com fanservice em qualquer série popular que não esteja dentro da categoria yaoi.

Gintama yaoi paródia
Gintama Yaoi paródia

Mas o yaoi em si é uma bosta. Porquê? Porque, em primeiro lugar, os plots são demasiado irrealistas e chegam mesmo a ser ridículos. Os personagens Uke são sempre postos num papel demasiado feminino. É legal que o Uke tenha uma aparência delicada, mas o problema é o exagero da suas personalidades e as peripécias do plot que as põem ainda mais em evidência. Temos como exemplo o anime Love Stage, onde o personagem Uke e o personagem Seme se conhecem quando crianças por terem feito um comercial de casamentos onde o Uke fazia de noiva e, anos mais tarde, a empresa faz um remake do comercial e o mesmo personagem, agora adulto, volta a fazer o papel da noiva e o noivo se apaixona ainda antes de saber que é uma trap.

Love Stage
Love Stage

Estas coisas acontecem porque os yaois são um subgénero de shoujo, animes feitos para garotas, e a maior parte dos shoujos são assim mesmo, cheios de personagens com personalidades irrealistas.
O segundo problema dos yaois é a censura e a falta de conteúdo. Enquanto o Hentai e os Yuri fazem maior sucesso, o Japão parece que tem vergonha de adaptar os yaoi para anime e, quando o faz, simplesmente corta as cenas picantes ou as torna bem menos explícitas.

Love Stage
Love Stage WTF

Se virmos bem a situação, os Hentai são também maioritariamente um lixo, mas isso é assunto para outro post. Os yaoi seriam perfeitos se tivessem uma história desenvolvida, se os personagens tivessem mais carisma e se não houvesse tanta censura. Eu imagino, por exemplo, uma história como Berserk. Nós sabemos que Berserk é um Seinen cheio de ação, violência e sexo. As referências homoafetivas são bem evidentes quando Guts é estuprado pelo camarado do seu pai e quando Griffith confessa ter dormido com o rei para selar um acordo. Ainda assim, Berserk não é um yaoi pois os protagonistas não são homossexuais, nem o enredo se foca nessa questão. Ainda que a obsessão de um pelo outro seja um pouco duvidosa.

Berserk
Berserk

Mas, concluíndo, se Berserk fosse um yaoi, seria um excelente yaoi. Os macho não iam gostar muito da idéia, mas nós, meninas, agradecíamos.

Mónica Durães




1 thought on “Porque é que os Yaoi são uma bosta?”

  1. Eu não tenho nada contra quem gosta de yaoi, mas não vou mentir, e o fato é que eu não gosto do gênero.
    O que me irrita, é essa obsessão em transformar personagens héteros em gays.
    Gosto de ler fanfics, e ultimamente é complicado achar alguma – independente do fandom – sem essa temática.
    Por exemplo, eu quero ver uma boa fic de Death Note (o gênero, não importa). Ao invés disso, boa parte do que eu acho no Fanfiction. net são fics yaoi que têm como protagonistas os personagens L e Raito – e nenhum dos dois é gay, ao que me consta.
    Saint Seiya/Cavaleiros do Zodíaco: Deve ser um paraíso para quem gosta de yaoi, pois mais de 90% das fics são yaois (incluindo incesto); independente de se estar ou não procurando romance, achar uma fic não-yaoi neste fandom dá um trabalho muito grande…
    Slam Dunk: Quase todas as fics com o ship Sakuragi/Rukawa, sendo que o primeiro é hétero, e nunca foi com a cara do Rukawa. Mas lógica que é bom…
    Enfim, daria para citar vários outros casos, mas, vamos combinar, está havendo um exagero pra lá de grande…

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *